Falar de política nas redes sociais é um desafio. Dificilmente um debate consegue se manter no nível das ideias, sem descambar para uma briga entre os participantes. Sempre tem alguém culpando “o outro lado”, sem se importar muito com a lógica ou com a História. O que, na verdade, não surpreende muito. O Brasil viveu anos de ditadura, período em que falar de política não só era difícil, como perigoso. Ainda estamos engatinhando nesse campo, e o caminho é longo. Por sorte, tem gente muito legal e competente falando disso nas redes sociais. Hoje, selecionei alguns perfis que gosto de seguir e divido agora com vocês!

Debora Baldin (@baldin.debora)

Influencier_politica_Debora

Debora Baldin foi uma das criadoras do Canal das Bee, no YouTube. Em abril de 2017, ela seguiu em “carreira solo” e hoje é uma das instagrammers que eu uso como contraponto à grande mídia. Militante feminista e LGBT, Debora foi uma das vozes que ajudaram a entender as eleições do ano passado e suas consequências para o Brasil. Vale ficar de olho no seu novo canal no YouTube, e também nos Destaques do instagram, onde ela fala sobre a questão da Venezuela, sobre Cuba, dá dicas de livros e outras indicações!

Sabrina Fernandes (@teseonze)

Influencer_politica_Sabrina

Feminismo, Socialismo, Comunismo, Liberalismo, Veganismo. Como todos estes ismos convivem neste mundo de hoje? É o que tenta explicar Sabrina Fernandes, no seu canal Tese Onze. Formada em Sociologia, Sabrina tem a didática de te explicar temas espinhosos como a questão Palestina e a habilidade para responder os haters. É praticamente impossível ouvir Sabrina falando sobre tudo isso e não sentir vontade de ler e aprender mais sobre esse mundo que nos cerca. Instigante é a palavra.

Spartakus Santiago (@spartakus)

Influencier_politica_Spartakus

Conheci Spartakus com a polêmica sobre Anitta e apropriação cultural. Mas o influencer bombou mesmo na época da Intervenção Militar no Rio, quando ele lançou um vídeo sobre como sobreviver a uma abordagem indevida. O vídeo tem três minutos, mas dói no coração. Como mulher branca, dificilmente eu vou entender a magnitude do que eu ouvi, porém, mais do que nunca é preciso mergulhar neste universo e tentar sair da própria bolha. No seu canal, Spartakus fala sobre representatividade, racismo, como é ser gay e negro. Necessário!

Carol Burgo (@carolburgo)

Influencer_politica_CarolBurgo

Conheci o Instagram da Carol através da sua marca, a Prosa. Depois de um tempo eu passei a me encantar não só com seus looks, mas também com as opiniões da Carol. Mais do que isso: com a leveza que ela tem para falar sobre política, feminismo, autocuidado, aborto e outros temas tão atuais. Aliás, é essa leveza e naturalidade que torna o conteúdo tão atrativo. É tudo orgânico, pensado para jogar uma luz nos acontecimentos e não para angariar likes. É aquele instagram que te dá vontade de maratonar, sabe?

Nátaly Neri (@natalyneri)

Influencier_politica_Nataly

Há tempos atrás eu fiz um post aqui sobre como sair da sua bolha. Nesta pesquisa, uma das influencers que eu comecei a seguir foi a Nátaly, do canal Afros e Afins. Em seus vídeos, ela fala sobre racismo, colorismo, feminismo e, claro, política. Sempre com muito embasamento, já que ela é cientista social de formação. Vale também ouvir o que ela tem a dizer no seu TED sobre Afrofuturismo. Vai dizer que você já tinha pensado nisso?

Segue mais algum influenciador que merece estar nessa lista? Comenta aqui embaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *