ferramentas_produtividade

Segundo semestre começando é quase um Réveillon no meio do ano. E por falar nele, como andam as suas metas para 2019? Fiz essa autoanálise nos últimos dias e vi que a peça-chave para alcançar meus objetivos até o final de dezembro é a tal da produtividade. Manter o foco total é a única maneira de riscar algumas metas da minha lista. Por isso, hoje divido com vocês algumas ferramentas que venho usando e que estão me ajudando muito a matar de vez a procrastinação. Quem sabe não te ajudam também?

Pomodoro Tracker

Para quem não conhece, a Técnica Pomodoro (inspirada naqueles timers de cozinha) é uma das mais importantes para quem exercitar a produtividade. Ela quebra o seu período de trabalho em dois momentos, estimulando paradas de 5 minutos para cada 25 de trabalho intenso. Na prática, isso significa uma pausa muito bem-vinda no dia, ou até aquele momento curtinho em que você vai ler um e-mail, marcar uma consulta ou dar aquela olhada nas redes sociais. Você pode tanto usar o timer do seu celular quanto usar o site, o importante é tentar mesmo se manter focado durante os 25 minutos. Honestamente, nem sei mais viver sem isso.

Trello

Quando implementaram o uso do Trello na agência que eu trabalho, eu confesso que torci um pouco o nariz. Acostumada com diversas planilhas, a ferramenta me pareceu um pouco confusa de início. Mas não precisei de mais do que duas semanas para introduzi-la completamente na minha rotina. A interface é simples: quadros, colunas e cards ajudam você a acompanhar o fluxo de determinado trabalho – basta categorizar as tarefas por cor e arrastar. Hoje eu uso não só para o trabalho, mas também para o blog, rotina pessoal e até para finanças.

Bullet Journal

Já falei do BuJo no blog, mas sempre volto a esse assunto porque foi assim que minha produtividade começou a bombar – ou a existir, para ser sincera. Confesso que não sigo a técnica ao pé da letra, acabei adaptando para a minha realidade. Também não tenho tempo – nem talento – para criar novas fontes ou testar novas canetas. Vou no básico que dá certo: calendário mensal, acompanhamento da rotina, metas mensais e semanais, finanças e agenda diária. Você também pode se inspirar nos inúmeros sites que existem por aí para criar sessões personalizadas. Minhas leituras se tornaram muito mais constantes depois do planejamento no BuJo.

Google Agenda

Algumas coisas me atraem nesta agenda: a interface amigável, a possibilidade de compartilhar compromissos com quem você quiser e a sincronização fácil com o celular. Está tudo na sua mão, fácil acesso, com a possibilidade de configurar alarmes, convidar a equipe para reuniões, etc. É preciso se esforçar para perder um compromisso usando o Google Agenda.

E você, tem alguma ferramenta que facilite muito seu dia a dia?

Compartilha com a gente nos comentários!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *