phentermine and twilight anesthesia xenical side effects bloating timeline of xanax withdrawal medicamentos que contienen orlistat is xanax and ativan the same thing

Etiqueta: carreira

Home Office: como usar a decoração do espaço ao seu favor

Outro dia a gente falou aqui sobre produtividade no home office. As dúvidas são inúmeras, mas um ponto é unanimidade: você precisa de um espaço organizado para trabalhar. E, neste caso, a decoração está longe de ser um supérfluo. Pelo contrário, pode determinar o quanto você vai achar agradável trabalhar de casa. Pensando nisso, divido algumas dicas que me ajudam muito no dia a dia. Vamos a elas?

#1 Pense na ergonomia do home office

HomeOffice_decor02

Você vai passar longas horas sentada no computador – talvez mais até do que se estivesse no escritório. Então, o conforto é a palavra-chave. Escolha uma mesa ou uma bancada (um tampo de madeira com um cavalete é uma ótima opção) que te possibilite ficar com os cotovelos apoiados. A cadeira deve ter assento e encosto confortável. Vale também investir em um suporte para o laptop, já que a tela deve ficar na altura dos olhos ou um pouco abaixo.

#2 Invista em acessórios úteis…

HomeOffice_decor05

Quanto mais arrumado for o seu home office, melhor. E para isso, os organizadores são essenciais. Se você trabalhar com muitos papéis, invista em um gaveteiro. Ele é perfeito para guardar não só documentos, mas também todas as miudezas de papelaria, como post-its, clipes, etc. Objetos como murais, porta-lápis, caixinhas, calendários organizam visualmente o espaço e clareiam a mente. Parece besteira, mas não há crise de criatividade que resista a um lugar mais “clean”.

#3 … e nos inúteis!

HomeOffice_decor01

Que atire a primeira pedra quem nunca comprou um objeto incrível… e completamente inútil. Faz parte do processo de trabalho encontrar aquelas peças que deixam o ambiente mais leve e divertido, como quadros, toy arts, vasinhos de planta, etc.

#4 Preste atenção na iluminação

HomeOffice_decor03

Uma boa luz é essencial para não cansar a vista. Se seu home office não tiver uma boa iluminação natural, vale investir em luminárias ou abajures. Se puder posicionar o computador perto da janela, tente coloca-lo de lado, sem que a luz bata diretamente nos olhos ou na tela.

#5 Tire a poluição visual da sua frente

HomeOffice_decor04

Não tem nada mais irritante do que aparelhos eletrônicos sem bateria ou tomadas que não funcionem. Por outro lado, aquela confusão de fios deixa o home office com cara de eterna bagunça. Opte por gadgets sem fio sempre que possível, e esconda os demais com canaletas.

Mais alguma dica essencial? Divide com a gente aqui nos comentários!

Dá para ser produtivo no home office?

Antes de trabalhar na HQT, eu trabalhei em uma agência que funcionava no esquema de home office. Foram os melhores e piores anos da minha vida. Melhor porque eu amava o que fazia e aprendi muito na época. Piores porque eu tinha a sensação de que trabalhava 24 horas dia. E às vezes era quase isso mesmo. Com o tempo, eu fui entendendo meus limites e organizando minha rotina. Hoje, minhas horas em casa são dedicadas aos estudos e ao blog. E claro, são muito mais produtivas. Vamos às dicas?

home_office

#1 Organize sua rotina

Quando se trabalha de home office, há o risco de se cair em duas armadilhas: tudo vira trabalho ou  qualquer pausa vira lazer e toma o dia inteiro. Então, determinar horários e rituais ajuda o seu cérebro a entender que, a partir de determinada hora, você está trabalhando. Se o seu dia começar às 9h, desligue o computador às 18h e se esforce ao máximo para almoçar e lanchar mais ou menos no mesmo horário.

#2 Vista-se de acordo

Trabalhar de pijama é uma ilusão. E uma ilusão que prejudica sua produtividade. Ninguém está dizendo que você precisa usar salto ou gravata em casa, mas vale a pena tomar um bom banho, trocar de roupa e só então começar a trabalhar.

#3 Busque um método de produtividade

Cada um tem o seu. E fique calmo, é normal experimentar vários até encontrar aquele que funciona melhor para você. Pra mim, o Bullet Journal é fundamental. É ali que eu anoto minhas metas mensais, semanais e as tarefas diárias, além de toda a programação do blog. No dia a dia, o Pomodoro me mantem focada. Programo o timer do celular para 25 minutos, faço o primeiro item da lista, e sigo daí. Quando o tempo acaba, dedico 5 minutos para relaxar ou para resolver alguma pendência pessoal. Vale experimentar.

#4 Coloque o celular em modo avião

Quem inventou esta função no celular merece todo o meu respeito e gratidão. Por mais que a tecnologia facilite muito a nossa vida, as notificações mais atrapalham do que ajudam. Eu trabalho constantemente nas redes sociais, mas confesso que a sensação de estar “indisponível” no momento é uma delícia. E claro, me deixa muito mais focada no trabalho. Aprenda a usar o modo avião também na vida real, deixando quem mora com você ciente de que não é porque você está em casa que está à toa. É um processo, mas com o tempo eles vão entender.

#5 Cuide do seu espaço

Uma das maiores vantagens do home office é poder definir e organizar seu próprio espaço de trabalho. Vale investir tempo e (algum) dinheiro nisso, escolhendo uma mesa adequada, uma cadeira confortável e boa iluminação. Para os mais visuais, um mural também pode ajudar, assim como um gaveteiro para guardar documentos, eletrônicos e material de papelaria. Pode parecer bobagem, mas deixando as ferramentas à mão, seu trabalho vai fluir muito mais facilmente.

O que Anitta pode te ensinar sobre sua carreira

Você é dessas que torcem o nariz para Anitta ou das que aguardam ansiosamente cada lançamento de clipe? Sai da pista ao ouvir a buzina de Show das Poderosas ou passa horas treinando a Paradinha? Seja como for, uma coisa você não pode negar: Anitta é exemplo de mulher que sabe gerenciar a sua própria carreira. Hoje, conversamos sobre quatro coisas que a diva pop tem para te ensinar sobre trabalho. Quer ver?

#1 Estude, estude, e estude mais um pouco

anitta01

E quando achar que já sabe suficiente… volte duas casas e comece novamente. A cantora já deu algumas declarações dizendo que odiava as aulas de inglês, mas era obrigada pela mãe. O que para a Larissa adolescente era “um saco”, se transformou em uma ferramenta importantíssima para Anitta. Afinal, sem ela, a carreira internacional nunca deslancharia. E por falar nisso, estude com afinco o seu próprio mercado. Antes de se lançar lá fora, Anitta fez a lição de casa, estudou os players e chegou nos Estados Unidos sabendo onde estava pisando. Vale lembrar que em qualquer profissão, informação nunca é demais. Além de te tornar mais capaz, ainda dá aquele boost na confiança, que a gente sempre precisa.

#2 Estratégia, foco e confiança

tenor

Por falar em confiança, ela não adianta muito se não vier acompanhada de foco e estratégia. Desde criança ela já sabia aonde queria chegar e traçou um plano para atingir seus objetivos.  Prova disso é o Projeto Check Mate, com o lançamento de um clipe por mês, em diferentes estilos, com músicas em inglês, português e espanhol, e parcerias com grandes nomes da música internacional. O que nos leva ao próximo tópico…

#3 Parcerias são a alma do negócio

anitta04

A competitividade do mercado faz a gente enxergar nossos pares como rivais, mas a colaboração é sempre o melhor caminho. Ao desenvolver um projeto, vale olhar com carinho pra quem tá do seu lado e até mirar alto e entrar em contato com aquele profissional que você admira. Anitta faz isso com nomes já consagrados como Alesso e J Balvin e com artistas “de nicho”, como Pabllo Vittar e Jojo Todynho. No final, sai todo mundo ganhando.

#4 Não tenha medo de se posicionar

anitta03

Nós mulheres ainda temos muita dificuldade de nos posicionar. A gente sempre acha que dá pra ganhar a discussão com uma certa doçura e deixamos escapar oportunidades importantes. Por sorte, esse comportamento vem mudando e Anitta é um grande exemplo. Ao ver que o clipe de “Vai, Malandra” estava estourando o cronograma, ela não teve dúvidas: demitiu a equipe e seu pessoal assumiu as gravações. O resultado você já conferiu, né?

No fim das contas, a gente precisa de uma boa dose de confiança e ousadia. E você, tem mais alguma dica para dar? 😉