alprazolam brand name in bangladesh zopiclone user reviews valium highly addictive orlistat o que nao comer valium addiction treatment

Etiqueta: receita

Receita: pavê de chocolate

Eu já falei aqui sobre minha aventura na cozinha? Em 2019, eu me impus duas metas: experimentar coisas novas na alimentação e, se possível, desenvolver uma habilidade nova. E como nem só de comida saudável vive esta pessoa que vos escreve, porque não experimentar um novo pavê nesta Páscoa?

Crocante embaixo, macio no meio, delicioso de todos os lados, ele é uma das minhas sobremesas favoritas. Um clássico do Natal, sempre faz muito sucesso nas festas de família por aqui. A receita tradicional é com coco e beijinho como recheio, mas para a Páscoa adaptei um pouquinho, coloquei um chocolate, e ficou uma delícia. Além de ser rápido e super simples de fazer. Bora experimentar?

pave_chocolate

Ingredientes

Massa:

1 pacote de biscoito maisena ou similar

½ tablete de manteiga com sal

Recheio:

1 lata de leite condensado

3 colheres de sopa de achocolatado (eu uso Nescau, mas pode usar o da sua preferência)

Cobertura:

4 claras

12 colheres de açúcar

2 colheres de cacau ou chocolate em pó

Modo de preparo

Comece pela massa do pavê, triturando os biscoitos no liquidificador até conseguir uma farinha bem fina. Derreta a manteiga em fogo baixo com cuidado para não queimar e misture tudo. A ideia é chegar a uma espécie de farofa bem fininiha. Cubra um refratário com a massa, cobrindo o fundo e metade das bordas. Reserve.

Em outra panela, misture o leite condensado e o achocolatado em fogo baixo, mexendo sem parar. Quando o brigadeiro começar a desgrudar do fundo da panela, retire do fogo e cubra a massa no refratário. Deixe esfriar enquanto prepara a cobertura do pavê.

Para isso, misture as claras, o açúcar e o cacau e leve ao fogo baixo até derreter. Transfira para a batedeira e mexa bem em velocidade alta até atingir uma consistência firme. O ideal é levantar a massa e ela não cair do batedor. Feito isso, espalhe por cima do brigadeiro e leve à geladeira por duas horas. Seu pavê está pronto!

Depois me conta aqui se fez sucesso!

Guacamole: aprenda a fazer essa delícia mexicana

Cozinhar é alimentar a alma. A sua, do seu namorado ou namorada, dos amigos. A nossa relação com comida já rendeu filme, livros, zilhões de séries pra tv, mas é ali, no conforto (ou desconforto) da nossa cozinha que o bicho pega mesmo. Esse é um dos (muitos) assuntos que tem andado na minha cabeça: como é que a gente se relaciona com o que compra no supermercado, põe no prato e, principalmente, no corpo. Dá para economizar calorias cortando os lanches na rua? Dá pra economizar dinheiro? Eu consigo comer melhor? E é para tentar responder a todas essas perguntas que eu vou passar a falar mais de receitas aqui no blog. A de hoje é uma das minhas preferidas e, para a minha sorte, liberada pela nutri! Vem aprender a fazer guacamole!

guacamole_receita

O que é guacamole?

Guacamole é um prato mexicano bem tradicional e beeeem antigo, lá da época dos Astecas. Dizem que a receita original levava chocolate, mas graças a Deus, ela já sofreu várias transformações com o tempo. Se você nunca experimentou, explico: o prato é basicamente um purê de abacate muito bem temperado que serve como molho para tortillas ou complemento para saladas. Eu como dos dois jeitos e amo, mas a minha receita é um pouco diferente da mexicana, que leva coentro e pimenta jalapeño. Vamos a ela?

Ingredientes:

2 avocados (ou 1 abacate, como preferir)
1 cebola roxa
2 tomates
Pimenta dedo de moça a gosto (ou jalapeño, caso você encontre com facilidade)
Suco de limão
Azeite
Sal
Tortilla Garytos ou pão árabe

Modo de preparo:

Nada mais simples! Comece abrindo os avocados, tirando a polpa e colocando em uma tigela. Eu gosto de amassar com o garfo, mas se você preferir, pode bater no processador. Só cuidado para que não vire uma pasta líquida, porque quanto mais “pedaçudo” melhor. Tire as sementes do tomate, corte em cubos pequenos e misture. Faça o mesmo com a cebola. Pique as pimentas, tomando o cuidado de retirar as sementes (que deixam a receita muuuuuuito picante) e misture também. Agora é hora de temperar com o suco de limão, o azeite e o sal. Prove e corrija o tempero, se necessário.

A maneira de servir vai depender do seu gosto. Quando não me preocupo com calorias, vou de Garytos sem medo de ser feliz. Quando estou controlando a alimentação, prefiro levar duas fatias de pão árabe à frigideira por dois minutos e esperar ficar crocante. Só não curto muito comer com Doritos, porque acho o tempero forte demais para um prato que deveria ser leve. Mas fica, lógico, a seu critério!

Dica:

para evitar que o guacamole escureça, guarde na geladeira em um vidro bem vedado com o caroço do avocado.

Curtiu? Conta aqui nos comentários que receitas você gostaria de ver por aqui, que eu vou adorar experimentar coisas novas! 😉